Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2012

1º Encontro de artesãos de Ouro Preto

Imagem
A Associação Amigos da Casa de Cultura do Padre Faria , inaugurou dia 12 de setembro, com a presenaça do Prefeito Ângelo Oswaldo de Araújo o 1º Encontro de Artesãos em Ouro Preto. O evento reúne artesãos da cidade sede e dos distritos do Maciel e do Antônio Pereira, em que estes fazem parte do Grupo ARTE DA TERRA.


Os trabalhos artesanais, dentre eles os do COLCHA DE VERSOS estão expostos e à venda na Casa de Cultura Afro de Santa Efigênia, que fica localizada no Adro de Santa Efigênia, no bairro Alto da Cruz  até dia 22 de setembro  das 9h às 17h. A Casa de Cultura Afro, um espaço democrático das manifestações artísticas.
 As almofadas do Colcha de Versos em interação com outras peças bem mineiras.
Apesar da foto  pouco nítida, percebe-se a organização e a dinãmica da exposição.

 VAMOS TODOS CONFERIR TUDO ISSO DE PERTO?!!


A poesia esquecida de Beatriz Brandão

Imagem
A Profª Dra., Cláudia Gomes Pereira passou a integrar a "Galeria de escritores Beatriz Brandão" e lançou seu segundo livro sobre o mesmo tema em Ouro Preto na noite do dia 23 de agosto com a presença do Prefeito Ângelo Oswaldo. Essa obra que trata de uma mulher revolucionária do século XVIII para o XIX enriqueceu a história da cidade mineira e da literatura universal através de seus poemas árcades. Em poucas palavras a autora que dedicou anos pesquisando relata que Beatriz Francisca de Assis Brandão, fora prima de Maria Dorotéia (a conhecida "Marília de Dirceu"), nasceu em Ouro Preto, em 1779, e foi uma intelectual de renome em uma época em que as mulheres não tinham acesso aos estudos. Beatriz Brandão fundou a primeira escola de moças da cidade, regeu o coral da Igreja Matriz do Pilar e ficou conhecida como autora do Hino à Independência. Após quase 30 anos de casamento, separou-se do marido, que a maltratava, e mudou-se para o Rio de Janeiro, onde se tornou a…