Translate

sábado, 17 de outubro de 2009

O Projeto Colcha de Versos

Pelas mãos hábeis da artesã Maria José Mol Moreira,  Dona Zezé, como é carinhosamente conhecida na cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais, Brasil; os seculares versos da poesia árcade mineira são redescobertos e reinventados em peças de tecido de algodão branco e linhas coloridas.
De uma toalha de lavabo com versos do poeta Tomás Antônio Gonzaga surgiu a ideia de uma colcha, dessa, outras derivações vieram e foram se multiplicando, como: quadros, bolsas, almofadas,  dentre outras, nas quais inúmeras liras são manualmente bordadas.
Dos livros para as declamações em coro na escola; das caminhadas contemplativas pelas ladeiras de Ouro Preto para o tecido branco. Assim foi despertado este ofício de fina arte, no qual se pode observar o olhar sensível da artesã para com sua bela e barroca cidade.
 Usando do ponto denominado "um ponto atrás", ponto este chamado pela Dona Zezé desde tempos de menina, que aprendera com sua mãe e sua avó - ponto bobo, simples, todo mundo sabe... A artesã mostra com orgulho as suas brancas e engomadas peças. Não há quem não se admire pelo seu trabalho caprichado; quem não se encante pela impressionante minuciosidade que dedica a cada detalhe, tanto dos trechos dos versos reproduzidos de forma rebuscada pelo seu esposo, Sr. Newton, como pelas reproduções dos monumentos da cidade Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade.
O prazer de fazer trabalhos artesanais tornou-se uma distração e uma ocupação para o passar dos dias, assim, como fazia as mulheres de outrora, o que fez dessa artesã uma empreendedora do artesanato local. Hoje, juntamente com outras senhoras, projeta-se para o futuro com um papel bem definido e consciente do que espera e almeja para as gerações vindouras: a promoção humana e o desenvolvimento sustentável por meio do artesanato. Ela acredita, que isso garante não só a auto-estima e a sobrevivência material, mas o entendimento e o resignificado do passado, tendo em vista a possibilidade de preservá-lo no tempo e no espaço com mais sentido de valor e memória. Além de despertar nos jovens e demais pessoas o gosto pela leitura.

Nenhum comentário: